Tentativa de assalto para Rolândia

Carro-forte em frente à CEF era o alvo; um dos bandidos morreu na troca de tiros com os seguranças e seis pessoas foram levadas ao hospital

Publicado: 03/12/18 • 15h02
Atualizado em: 03/12/18 • 15h29

    Pelo menos quatro homens armados tentaram roubar um carro-forte na manhã desta segunda-feira (3) na região central de Rolândia. A tentativa terminou com um dos bandidos morto e seis pessoas feridas, entre elas um bebê de 7 meses que cortou a testa ao cair do carrinho em que estava dentro do banco. Nenhum dos feridos corre risco de vida – apenas um homem de 49 anos ficou no hospital São Rafael depois de levar um tiro que atravessou seu braço. Todos os outros foram liberados ainda pela manhã.

    De acordo com as informações recolhidas, pelos menos quatro bandidos tentaram assaltar o carro-forte que estava estacionado em frente à Caixa, na av. dos Expedicionários, no Calçadão de Rolândia. Houve intensa troca de tiros, provocando pânico nas pessoas que passavam pelo local e estavam nas lojas e na agência bancária.

    Surpreendidos, os ladrões usaram um Fiesta prata na fuga – o carro foi abandonado na rua Hugo Maria do Valle, próximo à entrada do estádio Erich Georg com várias marcas de bala. Dentro do carro, um dos assaltantes foi encontrado morto no banco de trás, com um fuzil nas mãos e usando um colete à prova de balas. Ele foi identificado como sendo Valdecir Rangel, morador da Bratac, em Londrina.

    Segundo informações, os outros bandidos teriam fugido em uma Captiva preta, que foi abandonada no jardim Itália, em Rolândia. O helicóptero da Polícia está sendo usado nas buscas pelos assaltantes.

   
Feridos
    Pelo menos mais seis pessoas ficaram feridas durante a tentativa de assalto ao carro-forte em Rolândia. O carro mais grave foi de Evangelista Pedro Fernandes, 49 anos, que levou um tiro no braço e ficou no hospital para fazer uma sutura. A menina de 8 meses caiu do carrinho e cortou a testa, mas sem gravidade.

    Uma adolescente de 16 anos teve estilhaços na região do abdômen, mas sem gravidade. Um rapaz de 18 anos, irmão do bebê, também alguns estilhaços na canela, mas nem deu entrada no hospital. Daniele Teixeira Vaz, de 18 anos, também recebeu estilhaços na perna e, Virgínia Dias Lopes Pereira, de 73 anos, também com estilhaços na perna.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.