Vamos planejar 2019?

Por Fávio Iwakura

Publicado: 05/12/18 • 10h46
Atualizado em: 16/12/18 • 20h44

    Restam pouco mais de 40 dias para o fim do ano. O ano de 2019 bate à nossa porta.  Isso significa que temos que nos planejar para o ano que se aproxima. O planejamento é de grande importância na condução profissional de um negócio. Planejar significa fazer uma leitura do presente (como está minha empresa), projetar o futuro (o que eu quero para a minha empresa) e definir as estratégias que permitirão alcançar esses objetivos (o que minha empresa precisa fazer).

     Disse um velho sábio que, se você anotar os seus objetivos em um papel, a chance de sucesso aumenta em 50%. Isso também vale para o planejamento da sua empresa. O planejamento deve estar registrado, seja em um caderno, computador ou smartphone. Isso vai gerar maior comprometimento e as chances dele ser cumprido aumentam.

    Ao planejar seu próximo ano, faça uma análise crítica e objetiva de como está a sua organização hoje, em todos os aspectos: financeiros, comerciais, de recursos humanos, produtivos. Isso é o estado atual. Depois, defina o que você deseja alcançar em cada uma dessas áreas funcionais. Quanto você quer faturar em 2019? Qual a projeção de vendas? Quais os treinamentos deseja oferecer aos colaboradores? Quanto pretende produzir? Isso é a projeção futura. Por fim, elabore ações que deverão ser implementadas para que a sua empresa atinja cada um desses objetivos. Isso é estratégia.

    É importante dizer que o planejamento deve ser elaborado considerando o cenário atual do macroambiente. Temos que levar em conta fatores como economia, demografia, tecnologia, política que certamente irão afetar – positivamente ou negativamente – as suas metas. Afinal de contas, não vivemos isolados do mundo externo. Como você imagina que estará a economia do Brasil no ano que vem, com esse novo governo recém eleito? Como as mudanças demográficas – como o envelhecimento da população, a redução da natalidade, a queda da renda da população – poderão afetar o seu negócio? Como aproveitar a evolução tecnológica a favor da sua empresa?

    E por fim, faz-se necessário um acompanhamento periódico da evolução da empresa e dos resultados alcançados até então. O planejamento não é um instrumento estático. Por vezes é preciso mudar o rumo da viagem para chegarmos são e salvos em nosso destino. Um bom planejamento a você, empreendedor.

Fábio Iwakura é consultor empresarial, diretor da inteligência Consultoria e colunista do Jornal de Rolândia.
Contato: fabio@inteligenciaconsultoria.com.br / (43) 9.8404-0482

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.