Fazenda solar deve se instalar em Rolândia

A partir dela, a cidade terá produção de energia sustentável que será vendida à Copel

Publicado: 27/12/18 • 10h55
Atualizado em: 17/01/19 • 17h51

    O Plano Diretor de Rolândia aprovou que um projeto de Fazenda Solar se instale no município para produzir energia de forma limpa e sustentável. A Argon Energia, de Curitiba, procurou a cidade por conta própria e apresentou o projeto na segunda-feira (17) para os conselheiros do Plano Diretor e vereadores. “O Conselho viu isso com olhos positivos, porque não traz nenhum dano ambiental”, explicou a secretária de Planejamento de Rolândia, Catarina Schauff.

    A energia produzida pela Fazenda Solar não causa impacto ambiental porque trata-se apenas de telas, não afetando o solo. A empresa arrendou uma propriedade de dois alqueires no Contorno Sul do município e a energia produzida será vendida para a Copel, que fará a redistribuição. “A empresa se instala, usa a rede existente, da Copel, fazendo a verificação do potencial dessa rede, para saber quanta energia eles podem abastecer e, através dela, vender a energia para as empresas”, descreveu a secretária.

    O motivo da instalação na cidade são as condições climáticas e geográficas favoráveis. “Nossa região é muito boa na incidência de raios solares, o ponto que eles escolheram é muito bem localizado e ainda mais por estar próximo às indústrias no contorno”, explicou Catarina. A partir da autorização do conselho do Plano Diretor, a empresa agora providenciará um levantamento de demandas e todas as licenças pertinentes para começar a funcionar. Com a Fazenda Solar, serão geradas vagas de emprego para funções como limpeza e manutenção. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.