Rolândia: caminhoneiros são vacinados contra a Febre Amarela

Vacinação aconteceu na quinta-feira (04) na Ricolog e se repetirá nesta quinta (11) no Posto Via Sul

Publicado: 10/04/19 • 14h58
Atualizado em: 10/04/19 • 15h03

    A Vigilância Epidemiológica está promovendo uma campanha de vacinação contra a Febre Amarela para os caminhoneiros rolandenses. Na quinta (04), uma equipe esteve na Ricolog, na Rodovia BR-369, das 8 horas ao meio-dia, com as vacinas. Nesta quinta-feira (11), a vacinação volta a ocorrer no mesmo horário, só que no Posto Via Sul, também na BR-369, na saída para Londrina.

    Essa é a primeira ação da Secretaria de Saúde de Rolândia por meio da Vigilância em Saúde para incremento da vacinação contra a Febre Amarela em todo município. Os trabalhos serão focados nos principais grupos de risco para doença. Os recentes três casos no interior do Paraná, em Castro, acenderam a luz de alerta da Saúde e os caminhoneiros estão sempre passando por regiões ou cidades em que há casos da doença, o que justifica a vacinação desses profissionais.
 
    A vacina contra a Febre Amarela faz parte do calendário básico de vacinas e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) para pessoas de 06 meses a 59 anos. Para ter direito à vacina, basta comparecer a UBS mais próxima portando a carteira de vacinação e um documento com foto. É totalmente gratuita.

    Sintomas
    As primeiras manifestações da doença são repentinas. Os sintomas incluem febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. Caso apresente estes sintomas, a orientação é procurar imediatamente a UBS mais próxima.

    O Paraná já registra oito casos de Febre Amarela desde julho de 2018. Um caso foi de um morador de Curitiba. Dois casos são de Adrianópolis. Os demais estão em Antonina, Campina Grande do Sul, sendo a contaminação na cidade de Guaraqueçaba, e a região de Castro, mais recentemente.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.