Bidu Mello: 15 anos de evangelização

Turismo rural explora a natureza com brincadeiras e busca a compreensão de emoções pela empatia

Publicado: 11/06/19 • 22h01
Atualizado em: 20/06/19 • 16h52

    Apesar de se chamar Valdir, é como Bidu Mello que os rolandenses conhecem esse homem de 44 anos que há 15 faz um trabalho voluntário de evangelização de jovens nas escolas de Rolândia e região. “É maravilhoso, é prazeroso. Deus me fortalece e isso me motiva”, destacou Bidu sobre o seu trabalho. 

    Bidu frequenta a Igreja do Novo Horizonte desde que começou a servir a Deus em 2003 e é membro do grupo de oração Restauração. No ano de 2004, ele foi convidado a participar de um grupo que poucos meses depois parou as atividades. As visitas nos colégios foram interrompidas, mas ele ainda tinha vontade de continuar. “O pessoal parou, mas a semente ficou plantada em mim”, completou Bidu. 

    Em 2008, ele entrou para o grupo de evangelização e dança Evangelizart, da Igreja Matriz São José. O Colégio Estadual Padre José Herions foi o primeiro local que eles passaram com a evangelização. “Foi o professor Ivar, o Tucano, que me deu essa primeira oportunidade”, revelou. 

    A fama de Bidu se espalhou e ele começou a visitar outros colégios, começando pelo Souza Naves, Villanueva e Kennedy. O rolandense já foi convidado para visitar diversas cidades do Paraná e para setembro, está prevista uma viagem até Extrema, distrito do município de Porto Velho, capital de Rondônia. 

    Bidu planeja também ir novamente a Humaitá, no Amazonas, local em que ele já foi nos três últimos anos a convite de uma escolinha de futebol que o conheceu em Rolândia quando vieram para testes em um clube da cidade. “Fiquei junto com eles os sete dias em que tiveram aqui, mas não pegamos contato. Um dia, encontrei o dono da escolinha no Facebook, ele me fez o convite e fui”, relatou. 

    O grupo atual, o Viva Jovem, começou em 21 de dezembro de 2011, e ao longo dos anos, já recebeu muitos jovens. “Chega uma hora que eles têm que trabalhar e estudar e não conseguem conciliar com o grupo. Começa então uma nova fase, estou sempre resgatando e fazendo convite para outros jovens entrarem. A minha missão é levantar essa nova juventude”, afirmou. Para agendar visitas, conversar com Bidu ou se juntar ao grupo, basta chamá-lo no Facebook, como Bidu Mello. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.