Balanço do semestre na Câmara Municipal

Atualmente em recesso, Casa de Leis registrou mais de 400 indicações, 300 requerimentos e aprovou 11 leis ordinárias aprovadas neste 1º semestre; Maria do Carmo esteve presente em todas as sessões

Publicado: 02/07/19 • 17h33
Atualizado em: 02/07/19 • 17h57

    A Câmara Municipal de Rolândia está em recesso de sessões ordinárias desde a segunda-feira (1º) – e segue assim até a próxima sessão do dia 05 de agosto. No período de Recesso Parlamentar, os trabalhos dos vereadores e os serviços da Câmara como atendimento ao público e serviços administrativos do funcionamento da Casa continuam expediente normal.

    As sessões plenárias ficam suspensas apenas com relação às sessões ordinárias, o que não impede dos vereadores serem convocados em caráter extraordinário, caso haja necessidade. A convocação de uma sessão extraordinária poderá ser feita pelo presidente da Câmara, caso precise deliberar algum projeto com urgência. As comissões especiais e os demais trabalhos dos vereadores permanecem sem alterações, funcionando durante o recesso. A próxima Sessão Ordinária acontecerá no dia 05 de agosto de 2019, na primeira segunda-feira do mês, a partir das 18h.

    Números
    A Câmara registrou, no primeiro semestre de 2019, um total de 465 indicações, 360 requerimentos e 35 moções e votos de pesar. Foram realizadas 19 sessões ordinárias, 03 extraordinárias e 01 especial nestes seis meses de período legislativo. Também foram protocolados 13 projetos de leis ordinárias e 01 projeto de lei complementar – 11 leis ordinárias foram aprovadas até então.

    Frequência
    A vereadora Maria do Carmo (PSDB) esteve presentes em todas as 19 sessões ordinárias, nas 3 extraordinárias e na sessão especial. Os vereadores Rodrigão (SD), Reginaldo Silva (SD) participaram de todas as ordinárias e extraordinárias, mas faltaram em uma sessão especial devido a uma viagem oficial a Curitiba. Já João Ardigo (PSB), João Gaúcho (PSC), Edileine Griggio (PSC) e Andrezinho da Farmácia (PSC) compareceram a todas as sessões ordinárias e na especial, mas estavam ausentes em uma das três extraordinárias.

    Irineu de Paula (PSDB) esteve presente em 17 ordinárias, faltou a duas ordinárias, e compareceu nas três extraordinárias e na especial. Alex Santana (PSD), atual presidente da Câmara, se ausentou em duas ordinárias e em duas extraordinárias, comparecendo a 17 sessões, uma extraordinária e na especial. Por fim, Eugênio Serpeloni (PSD) faltou a três sessões ordinárias, com presença em 16 das 19, mas esteve em todas as extraordinárias e na especial. As ausências justificadas ocorrem quando o vereador está em viagem ou por motivo de saúde. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.