Câmara anuncia doação de economia ao São Rafael

Hospital deverá receber o duodécimo do Legislativo, estimado em R$ 1 milhão, possibilitando a retomada de um projeto de energia alternativa e sustentável

Publicado: 24/07/19 • 21h40
Atualizado em: 24/07/19 • 22h03

    Durante a inauguração de melhorias no Hospital São Rafael de Rolândia, na sexta-feira (12), a Câmara de Vereadores de Rolândia anunciou que doará o duodécimo à instituição no final de 2019. Esse recurso é a quantia economizada durante o ano dentro do orçamento da Câmara e geralmente fica em torno de R$ 900 mil a R$ 1 milhão de reais. Com esse valor, o Hospital São Rafael pode implantar o projeto “Hospital Sustentável”.

    O projeto de uma usina de energia alternativa foi idealizado e cotado no final do ano passado, quando a Câmara também prometeu destinar sua economia de cerca de R$ 900 mil ao hospital. Por fim, o valor foi usado para asfaltar a estrada que liga a comunidade do São Rafael ao Deizinho do Vermelho e o hospital não recebeu nenhum valor.

    Pelos orçamentos feitos na época, a usina completa para gerar energia alternativa e limpa para o porte do hospital custaria cerca R$ 1 milhão, valor que já inclui a instalação e pode variar em licitação. Esse projeto também trará economia financeira para o hospital, que tem uma despesa aproximada de R$ 25 e 30 mil mensais de energia e uma dívida de mais de cinco anos com a Copel, que está próxima a R$ 2 milhões e poderá ser paga com o excedente de energia produzida na usina. “Quando terminar a usina, deixaremos de pagar esse valor, que retornará para a população”, explicou o diretor administrativo do HSR, Paulo Boçois de Oliveira.

    Para que a doação seja efetivada, é o Executivo que precisa autorizar a destinação da verba. Ao final de cada ano, os recursos economizados pela Câmara são devolvidos para o Executivo e segue para a fonte 1000 - pode ser usado em qualquer lugar. Normalmente, os vereadores sugerem e indicam onde o Executivo poderia aplicar esse dinheiro. O prefeito é quem oficializa o destino da verba e no anúncio, Luiz Francisconi Neto (PSDB), assentiu com a cabeça em repassar o valor ao HSR.

    Sinalização de doação foi unânime e bem-vinda
    O presidente da Câmara Alex Santana (PSD), contou que a intenção era de fazer uma surpresa e revelar a doação apenas durante a inauguração, com a presença de autoridades e da comunidade. “Nós, como vereadores, estamos vivenciando a preocupação com a saúde pública, estamos sofrendo em Rolândia por falta de investimento do poder público e vimos essa necessidade”, declarou.

    A diretoria se surpreendeu com a notícia, que possibilitará a retomada do projeto de sustentabilidade. “Viemos falar das melhorias, ampliações e equipamentos que vieram através de emenda parlamentar e recebemos mais uma surpresa, o dobro do que já estamos entregando à sociedade”, afirmou Paulo. Segundo Alex, todos os vereadores se sensibilizaram com a causa. “O hospital clama por investimentos e a Câmara viu com todos os vereadores, por unanimidade, a decisão de destinar recursos para o nosso único hospital”, concluiu o vereador. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.