Jovens são baleados depois de discussão em posto de combustíveis

Tiros foram dados por policial militar que estava no local, depois de uma tentativa de atropelamento por um dos rapazes; um deles está na UTI em Londrina

Publicado: 18/08/19 • 15h33
Atualizado em: 18/08/19 • 16h54

    Dois jovens rolandenses foram baleados na madrugada deste domingo (18) por um policial militar em um posto de combustíveis de Rolândia. Thiago Bender, 31 anos, levou um tiro na cabeça e está em estado grave na UTI do Hospital Evangélico, em Londrina; já João Victor Bernardi de Lima, 23 anos, foi atingido no braço e levou um tiro de raspão na barriga, foi levado ao São Rafael, e não corre riscos. O policial, Felipe Roberto Chagas, foi até a Santa Casa de Cambé para exames complementares e cuidados médicos, pois teria sido atropelado pelo veículo conduzido por Thiago.

    De acordo com informações repassadas pelo JR, os Thiago e João Victor teriam ido até o posto para comprar cerveja e houve uma confusão na fila da conveniência daquele estabelecimento. O policial militar teria se envolvido e houve uma briga entre o PM e Thiago; logo após a contenda, Thiago entrou no carro em companhia de João Victor e teria tentado atropelar o policial, que efetuou tiros contra o veículo – um disparo atingiu Thiago na cabeça e outros dois atingiram João Victor, no braço e na barriga.

    O Samu foi acionado e levou Thiago para o Hospital Evangélico em Londrina e João Victor foi levado para o Hospital São Rafael, em Rolândia. O policial militar foi até a Santa Casa de Cambé para exames complementares e para receber cuidados médicos. Posteriormente, Felipe se apresentou voluntariamente no 15º BPM, entregou a arma utilizada (uma pistola Taurus) e foi confeccionado um Boletim de Ocorrência (de número 962644/2019). Em seu relato, o PM afirmou que parou no posto para abastecer e viu uma briga e que tentou apartar, mas que um dos envolvidos  teria agredido Felipe, que usou a força necessária para conter a agressão. Ele contou, ainda, que Thiago e João Victor entraram no carro e que Thiago o atropelou. Felipe relata, no BO, que dispatou dois tiros contra os dois.

    A Polícia Militar emitiu um comunicado a respeito do fato na manhã deste domingo. Confira o texto na íntegra:

    Na madrugada de domingo um policial militar do 15° BPM, ao estacionar seu carro no Posto Yamada, se deparou com alguns indivíduos em vias de fato e, ao tentar separar a desavença, um deles tentou lhe agredir, sendo necessário o uso da força para se desvencilhar do agressor. Ato contínuo, um dos indivíduos arrancou com seu veículo efetuando manobras perigosas e atropelou o militar, colidindo seu veículo com o do PM. A fim de cessar a injusta agressão e resguardar a própria vida, o policial militar efetuou disparos em direção aos agressores, de pronto acionando o SAMU para atendimento. Um dos indivíduos foi encaminhado ao Hospital San Rafael e o outro ao Hospital Evangélico de Londrina. O militar deslocou até a Santa Casa de Cambé para exames complementares e cuidados médicos.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.