Carreta do SENAI traz curso de soldador para Rolândia

Vagas se esgotaram em um só dia, mas novos cursos estão previstos para os rolandenses

Publicado: 21/08/19 • 11h48
Atualizado em: 23/08/19 • 15h15

    Um curso de soldador gratuito foi aberto em Rolândia e as 40 vagas ofertadas foram esgotadas em apenas um dia. Ofertado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI), do Sistema FIEP de Arapongas, o curso tem parceria da prefeitura de Rolândia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do SINE/Agência do Trabalhador.

    Os 40 inscritos foram divididos em duas turmas de 20 alunos, uma no período da tarde e outra à noite, com aulas de duração de 5 horas por dia. A duração do curso será de 15 dias úteis, começando na próxima segunda (26) e seguindo até o dia 13 de setembro. O curso, com certificado de 60 horas/aula, será ofertado pelo SENAI em uma carreta adaptada que ficará estacionada na Avenida Castro Alves, em frente ao Complexo Esportivo Emílio Gomes.

    A gerente da Unidade da Fiep de Arapongas, Solange Custódio, falou com a reportagem do JR sobre a capacitação com a qual a pessoa sairá ao final do curso. “O objetivo do curso é orientar e aperfeiçoar a pessoa no processo de soldagem”, ressaltou Solange Custódio. Para isso, o participante terá: Introdução aos processos de soldagem; Simbologia de soldagem; Consumíveis utilizados nos processos de soldagem; Introdução teórica ao processo de eletrodo revestido; Prática do processo de eletrodo revestido; Introdução teórica ao processo MIG/MAG; Prática do processo MIG/MAG; Introdução teórica ao processo TIG; Prática do processo TIG; Organização do ambiente de trabalho.

    As inscrições foram centralizadas no SINE, onde formou-se uma fila de interessados. A opção pelo curso de soldador vem da grande demanda das empresas rolandenses por esses profissionais. A curiosidade é que apenas duas mulheres estão entre esses 40 inscritos para o curso – além desses 40 inscritos, há uma lista de espera para o curso de soldador.

    O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ernesto Nogueira, ressaltou que os cursos são de extrema importância porque as empresas, ao cogitarem vir à Rolândia, questionam se há mão de obra qualificada. “Precisamos preparar a mão de obra aqui de Rolândia, se não vem gente de fora para cá e nosso trabalhador fica esperando”, comentou.

    Rolândia conseguiu desconto para pagar a realização dos cursos e estadia do ônibus do SENAI. “O município vai investir cerca de R$ 25 mil pelo curso gratuito para a população”, revelou o secretário. Mais cursos estão previstos, segundo Ernesto. “Já estamos programando para o ano que vem ter mais cursos em diversas áreas”, adiantou. Mas ainda neste ano, em outubro, outro curso, de cozinheiro, deve ser realizado para os rolandenses. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.