Ventosaterapia - por Karoline Fernanda - fisioterapeuta

A técnica é muito relaxante e provoca extremo bem-estar durante as aplicações

Publicado: 04/09/19 • 15h12
Atualizado em: 16/09/19 • 05h56

    A prática milenar chinesa Ventosaterapia ficou conhecida em 2016 nas Olímpiadas do Rio ao ser constantemente utilizada por diversas equipes. Um grande número de atletas de alto rendimento como Michael Phelps e Alex Naddour desfrutaram da técnica para tratamento de dores, reabilitação musculoesquelética esportiva e também para prevenção de lesões. O ginasta americano Alex Naddour, em entrevista ao jornal USA Today afirma, “é o segredo que tem me mantido saudável ao longo deste ano. É o dinheiro mais bem gasto da minha vida, me livrou de muita dor”, ressaltou o ginasta medalhista no Rio 2016.

    A ventosaterapia consiste na aplicação de pequenos “copos” de vidro ou acrílico sobre a pele por meio de calor ou sucção, sendo gerado um vácuo entre a ventosa e a pele, fazendo com que o fluxo sanguíneo para estas áreas aumente, resultando no alívio de dores e a acelera a recuperação muscular. O vácuo e a absorção abrem os poros e os vasos capilares retirando as toxinas, fazendo com que ocorra troca de gases e oxigenação do sangue. As manchas escuras que podem ou não ficar na pele, são o resultado do processo de sucção e pode permanecer visível de 3 a 15 dias. A técnica é muito relaxante e provoca extremo bem-estar durante as aplicações. Desde a primeira sessão já se nota os benefícios da técnica, porém deve-se realizar o tratamento continuamente, variando entre 8 a 10 sessões para ter total alívio da dor, sendo que depois, o intervalo entre as sessões podem ser maiores para manter o equilíbrio da energia vital. 

    O uso da ventosaterapia não é exclusivo dos atletas, podendo ser aplicada com segurança em todas as faixas etárias, inclusive em crianças e idosos. Os benefícios não são exclusivos para aliviar dores e rigidez muscular, como muitos acreditam, mas também é aplicada para diversos tratamentos como: a ansiedade; fadiga; enxaqueca; reumatismo; doenças respiratórias como bronquite, asma e congestão; artrite; problemas gastrointestinais e até mesmo a celulite, ganhando destaque na estética. 

    Com base em 3.000 anos de história, a ventosaterapia tem a vantagem de ser segura e quase não possui contraindicações. As ventosas são aplicadas nos pontos de dor para alívio imediato e também nos pontos de acupuntura relacionados a queixa do paciente. Agende uma avaliação e venha conhecer e desfrutar dos benefícios dessa técnica!! 

Karoline Fernanda | Fisioterapeuta Crefito 8: 280077-F.
Whatsapp (43) 99684-8144 
Instagram: @fisio.karolinefernanda
Facebook: Fisioterapia Karoline Fernanda


Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.