Primeiros-socorros para professores e servidores da Educação

Curso já capacitou 21 pessoas de todas as instituições de ensino e continuará após o recesso escolar

Publicado: 10/07/19 • 15h11
Atualizado em: 15/10/19 • 18h54

    Professores e servidores da rede municipal de Educação participaram na tarde de sexta (28) do primeiro de três encontros de um curso básico de primeiros socorros para capacitá-los a lidar com diversas situações que podem acontecer dentro das instituições de ensino. Cada uma das 21 escolas e CMEIs do município mandou um representante para o curso, que foi realizado na Central de Merendas de Rolândia. 

    O curso partiu de uma iniciativa do vereador e presidente da Câmara Alex Santana (PSD). Através de um requerimento do mês de maio, ele solicitou ao então comandante do Corpo de Bombeiros de Rolândia, Dhieyson Budernik, para verificar a viabilidade da realização do curso, já que os bombeiros possuem a capacidade técnica e estrutural e os equipamentos necessários para promover ensinamentos de primeiros socorros.  

    Desde março de 2019, todas as escolas do Brasil devem ter professores e colaboradores capacitados em primeiros socorros. A obrigatoriedade foi estabelecida em outubro de 2018, após a aprovação da Lei Federal de nº 13.722, chamada Lei Lucas, que tornou obrigatório o treinamento em primeiros socorros nos estabelecimentos de ensino básico e recreação infantil.
Mais encontros estão previstos depois do recesso escolar, capacitando mais profissionais das instituições para lidar com situações como engasgamentos, quedas, eventos convulsivos, paradas cardíacas ou respiratórias, afogamento, cortes, queimaduras e exposição a descargas elétricas, evitando sequelas e salvando vidas. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.