Postes polêmicos pelas ruas de Rolândia

De acordo com informações levantadas pelo JR, a empresa responsável teria um alvará e uma autorização para a implantação de 1097 postes em diversos pontos de Rolândia

Publicado: 14/08/19 • 11h25
Atualizado em: 20/11/19 • 11h09

    Há muito tempo, um assunto tem suscitado discussões em Rolândia: os postes que estão sendo colocados em algumas vias do município. Esses postes pertencem a uma empresa particular - não são da Copel.

    Por essa razão, muitos munícipes se perguntaram sobre a autorização para a colocação dessa centenas de postes, usados principalmente para a fibra ótica.

    O Jornal de Rolândia foi atrás de informações sobre o assunto e descobriu que há uma “briga” entre a empresa e a prefeitura.

    De acordo com informações levantadas pelo JR, a empresa em questão teria um alvará e uma autorização para a implantação de 1097 postes em diversos pontos de Rolândia, em bairros e também na região central. Há um alvará de 20 de fevereiro de 2017 que foi dado depois da aprovação do projeto de colocação desses postes.

    O caso é que há informações de que esse alvará teria sido suspenso. A reportagem do JR tentou confirmar essa informação com a prefeitura. Alguns setores, como o Planejamento e a Tributação, confirmaram a suspensão do alvará, mas não precisaram a data que isso foi feito.
Ainda insistindo no assunto, o Jornal de Rolândia foi informado de que uma decisão sobre o caso tinha sido tomada em uma reunião com o departamento jurídico da prefeitura. Essa decisão seria comunicada ao proprietário da empresa que colocou os postes.

    Divergências
    Uma  questão que tem levantado muitos questionamentos é com relação aos alvarás. Há muito informações desencontradas e parece existirem documentos com assinaturas diferentes. 
A reportagem do Jornal de Rolândia está aprofundando o assunto para a edição impressa desta semana, tentando falar com o proprietário da empresa e também com a prefeitura de Rolândia.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.