Tudo bem com Taisa Gracino

Mulher teve acidente de moto na tarde deste domingo; raio-x e tomografias mostraram “apenas” uma fratura no punho

Publicado: 10/02/20 • 13h43
Atualizado em: 13/07/20 • 20h17

    Taisa Gracino Marqui, 41 anos, está internada no Hospital do Coração (HC), em Londrina, e passa bem. A professora passou por vários exames – fez raio-x e tomografia no São Rafael, em Rolândia, e mais tomografia no próprio HC – e constatou-se “apenas” um fratura interna de pulso, além de um corte na testa. Os exames mostraram que, felizmente, a cabeça, internamente, estava intacta. Taisa está conversando e bem consciente e já sem nenhum imobilizador na coluna cervical, o que vai permitir que ela comece a andar e a se movimentar depois do susto.

    O acidente com Taisa aconteceu na rua Edgar Martins Rocha, no jardim Planalto, em Rolândia, no final da tarde deste domingo (09). A motocicleta dirigida por ela bateu contra um caminhão que estava estacionado na rua e a ambulância do SIATE, os atendentes fizeram os primeiros-socorros e a vítima foi levada ao hospital São Rafael. No hospital constatou-se a fratura de punho e o corte na testa, que foi suturado. Depois da tomografia, a família conseguiu transferência para o Hospital do Coração, em Londrina, onde passou por nova baterias de exames e nada de mais grave foi detectado.

    Perigo do Whatsapp
    O caso do acidente de Taisa Gracino mostrou bem como uma notícia, se não for checada, pode se transformar em constrangimentos e gerar uma fake news. Notícias de seu falecimento, depois de estado grave, entre outras barbaridades, chegaram a ser publicada em grupos de notícias de Whatsapp e de redes sociais. Tão logo foi informado do acidente e que teria sido grave, o JR fez a coisa mais básica do jornalismo: ligou para o Corpo de Bombeiros e para o hospital para saber o real estado da vítima. Simples assim.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.