Dengue: Rolândia entra em epidemia

Casos de dengue chega a 185 na cidade e número de notificações atinge 1701; isso na quarta (26)

Publicado: 27/02/20 • 09h54
Atualizado em: 28/03/20 • 12h12

    A Secretaria Municipal de Saúde de Rolândia divulgou novos números sobre a dengue na tarde da quarta-feira (26): o município tem 185 casos confirmados da doença e 1701 casos suspeitos notificados. Traduzindo, faltam apenas cinco casos para se chegar a 190 e se declarar em estado de epidemia – a média é de 300 casos para cada 100 mil habitantes. O município de Rolândia está prestes a entrar em estado de epidemia oficialmente.

    Segundo o gerente de Epidemiologia, Rafael Dias, uma série de mutirões de combate ao mosquito Aedes aegypti foi iniciada pela prefeitura de Rolândia em parceria com as demais secretarias. “Só vamos precisar dar uma pausa por conta do mau tempo, pois com as chuvas as ações ficam suspensas, mas quando o tempo voltar a ficar firme, imediatamente as ações serão retomadas”, afirmou. 

    Recentemente, foi realizada uma ação na região dos Cinco Conjuntos de coleta de material que envolveu cerca de 90 servidores. Os Agentes de Saúde retiraram dois caminhões de materiais do local, sem contar o que foi levado pela pá carregadeira. O mutirão também visitou às casas informando a população sobre o enfrentamento ao mosquito, além de fazerem busca ativa e remoção de eventuais criadouros. São esses possíveis criadouros que foram levados pelos caminhões.

    Vale ressaltar que a prefeitura vai multar os proprietários responsáveis por locais onde houver maior acúmulo de materiais, que são possíveis criadouros de mosquito. Após ser notificado, o proprietário deverá eliminar os focos em até 48 horas, caso nada seja feito, o mesmo será punido com multa no valor de R$ 70,00 a R$ 350,00.

    A ação de multas faz parte de um decreto que visa intensificar as ações de combate ao mosquito da dengue, em Rolândia. O “Rolândia sem Aedes” é representado por meio do Decreto 18, de 03 de janeiro de 2020, publicado no Diário Oficial dos Municípios do Paraná no dia 07 de fevereiro.

    Veneno em São Martinho
    A Secretária de Saúde conseguiu “à unha” cerca de 40 litros do inseticida Malathiol junto à 17ª Regional da Saúde e não perdeu tempo. Na sexta-feira (21), os agentes fizeram a remoção mecânica de material e, na sequência, aplicaram o inseticida com bomba costal. O veneno será suficiente apenas para o distrito, onde a situação é bem mais grave. A Secretaria continua empenhada em conseguir mais veneno.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.