Vacina contra a gripe começa com idosos no Tomie

Vacinação começa nesta terça e será de rua em rua – NÃO HAVERÁ VACINAS NAS UBSs PARA EVITAR AGLOMERAÇÕES; Tomie Nagatami será o primeiro bairro

Publicado: 23/03/20 • 10h31
Atualizado em: 23/03/20 • 10h32

    A Secretaria Municipal de Saúde informa que a Campanha de Vacinação contra a gripe começa nesta terça-feira (24), a partir das 08h30. Nesse primeiro momento, as equipes de vacinação vão trabalhar de rua e rua EXCLUSIVAMENTE com os idosos a partir dos 60 anos e profissionais de saúde. Chamada de “A Vacinação vai até o seu bairro”, a ação começa pelo Tomie Nagatami. A Saúde avisa que não haverá vacinação na Unidade Básica de Saúde (UBS) para evitar aglomerações desnecessárias.

    Na sequência, depois de terminada a vacinação nas ruas dos bairros atendidos pela UBS do Tomie, serão os bairros atendidos pela UBS do Jardim Nobre e, em seguida, as localidades atendidas pela Unidade Básica do Parigot de Souza.

    A Campanha
    A Campanha de Vacinação contra a Influenza 2020 segue até o dia 22 de maio, com o dia D de mobilização nacional marcado para 9 do mesmo mês. Essas informações são válidas até que alguma outra decisão seja tomada, por conta da pandemia do novo coronavírus, responsável pela covid-19.

    Público Alvo
    Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será em três fases, com grupos prioritários distintos. O primeiro grupo a receber vacina são os idosos, a partir de 60 anos, e os profissionais da área da saúde.

    A segunda fase inicia a partir do dia 16 de abril e abrangerá professores das escolas públicas e privadas, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

    Já a terceira e última fase terá início no dia 9 de maio, abrangendo crianças de seis meses a menores de seis anos, gestantes; mulheres que tiveram parto recente (puérperas), povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas, presos, funcionários do sistema prisional

    A imunização, que costuma ser feita em abril, foi antecipada por conta da pandemia do coronavírus. O objetivo da antecipação da campanha é evitar o aumento de doenças respiratórias e a sobrecarga do sistema de saúde. A vacina contra a gripe não diminui o risco de contágio por coronavírus, mas o principal objetivo da imunização vacinação é reduzir as complicações, internações e, principalmente, a mortalidade decorrente das infecções causadas pela influenza.

    A Secretaria da Saúde do estado informa, ainda, que foi prorrogada a vacinação contra o sarampo. A imunização contra esta doença será concomitante com a vacinação contra a gripe, aproveitando a ida da população aos postos e unidades de saúde.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.