Mudança no atendimento dos postos de saúde a partir desta segunda-feira

Unidades exclusivas para determinada doença e determinado público; entenda a mudança no funcionamento dos postos

Publicado: 23/03/20 • 15h00
Atualizado em: 23/03/20 • 16h24

    A partir de segunda-feira (23), as UBSs de Rolândia não vão mais fazer o processo de consultas eletivas, ou seja, aquelas agendadas com o médico com antecedência. Nem todas as Unidades estarão abertas, apenas as do Santiago, Vila Oliveira, Parigot e Central, mas com funções distintas, sempre das 07 às 18 horas.

    Nas unidades da Vila Oliveira e do Jardim Santiago o atendimento será voltado apenas para os casos suspeitos de dengue – essas UBSs não vão estar disponível para os demais casos. Já a UBS Central e a UBS do Parigot de Souza vão atender pacientes com casos suspeitos de coronavírus, quadros respiratórios e outras urgências clínicas.

    São Martinho e Bartira
    As unidades dos distritos de São Martinho e do Bartira abrirão em horários alternativos e diminuídos. Em São Martinho, a UBS atende das 07 ao meio-dia e, no Bartira, o posto ficará aberto das 13 às 16 horas.

    Gestantes e crianças no CEM
    O atendimento às gestantes e crianças será realizado no Centro de Especialidades Médicas (CEM), que fica à rua Alzira Tiburski, ao lado da UBS Central. Por esse motivo, ficam cancelados os atendimentos no CEM de fisioterapia, fonoaudiologia, ortopedia, urologia, eletrocardiograma, endoscopia, posto de coleta de leite, NAGDC e as palestras de planejamento familiar para laqueadura e vasectomia. Funcionam normalmente o Serviço Social para fornecimento de fórmulas (lácteas e suplementares) e liberação de passagens para Tratamento Fora de Domicílio (TFD), os exames de Ultrassonografia, e o ambulatório de Psquiatria.

    Estão mantidos a realização de procedimentos como aferição de pressão arterial, glicemia capilar, curativo, administração de medicamentos eletivos. As agendas do PSF e as consultas eletivas agendadas estão suspensas.
O prefeito justifica que todas essas medidas ocorrem como um modo de prevenção de propagação do vírus, antes mesmo da chegada do pico da doença, que segundo especialistas, está prevista para ocorrer no mês de maio.

    O prefeito também determinou que pessoas com sintomas leves permaneçam em casa e aquelas com sintomas mais graves como febre, tosse e dificuldade para respirar, não se desloquem até o posto da saúde, mas que façam contato com a Central de Monitoramento de Casos Suspeitos através dos seguintes números: 3906-1125, 3906-1121, 3906-1145 e 3906-1134.


Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.