1.222 casos de dengue em Rolândia

Número estava em boletim da prefeitura, divulgado nesta terça-feira e baseado no boletim da Sesa

Publicado: 29/04/20 • 15h26
Atualizado em: 29/04/20 • 15h30

    Rolândia tem 1.222 casos de dengue. A Informação foi passada pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SESA), divulgou os novos números da dengue em Rolândia, por meio do seu último boletim atualizado nesta terça (28). Foram registrados 65 novos casos desde o último boletim divulgado, no dia 23. Este é um aumento recorrente que vêm ocorrendo há várias semanas na cidade.

    Além dos 1.222 casos confirmados da doença, o município também tem 1.968 casos notificados, 44 em investigação e 790 foram descartados. O período de período de avaliação é de 31 de julho de 2019 até 28 de abril de 2020. Rolândia contabiliza, ainda, dois óbitos por causa da doença.

    Ações no município

    A Secretaria Municipal de Saúde também informou que, na terça 28, servidores de combate a endemias realizaram a remoção mecânica de possíveis criadouros de Aedes aegypti na região do San Fernando. Também, por meio de cinco profissionais com bombas intercostais, foi efetuado bloqueio químico com o novo inseticida de combate ao Aedes: o Cielo.

    No mesmo dia, a prefeitura ainda divulgou que agentes de combate a endemias e agentes comunitários de saúde fizeram a remoção de criadouros de dengue na Vila Oliveira e de orientações aos moradores da Vila e região. Na semana passada, agentes de endemias fizeram remoção de criadouros do Aedes aegypti na região do Novo Horizonte.

    Os bairros que registram mais casos são Alto da Boa Vista, Arnaldo Busato, Vale Verde, Teresópolis, Asteca, Novo Horizonte, Santiago, San Fernando, Monte Carlo e Centro. Para denúncias de locais com possíveis criadouros, o telefone de contato é o 3906-1126. Os pacientes que estão com suspeita de dengue podem se dirigir para atendimento nas UBS Vila Oliveira e UBS Santiago atendimento de dengue, das 7:00 às 18:00 horas, durante esta semana.

    Na próxima semana, as UBSs do Parigot de Souza, Tomie Nagatani, do Bartira e de São Martinho, se unem aos postos da Vila Oliveira e do Santiago para atendimento aos casos relacionados à doença.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.