Relaxamento ao som das “Cores da Floresta”

Álbum triplo gravado em Rolândia pelo grupo SER possui músicas que ajudam os ouvintes a meditar; conteúdo está gratuito na internet

Publicado: 29/04/20 • 17h02
Atualizado em: 29/04/20 • 17h17

    O Grupo “SER”, formado pelos músicos Adriano Michalovicz (34), Brahmarsi Das (39) e Luis Henrique Mioto (35), lançou o álbum triplo “Cores da Floresta” no último sábado, dia 18 de abril. O álbum foi composto entre 2017 e 2018 aqui em Rolândia, na Chácara Marabu. “Gravamos as canções em meio a uma floresta que faz parte da chácara”, afirmou Mioto. O músico também revelou que as músicas foram criadas com o objetivo de tranquilizar e acalmar aqueles que a escutam, levando-os a um estado de meditação.

    As gravações ocorreram por meio de encontros diferentes, vivenciados em cada estação do ano, isso porque fez parte do estudo algumas concepções da medicina chinesa, que divide o ano em cinco estações. “Foi a partir do processo de meditação no meio da natureza que nós compomos as músicas deste álbum. As canções também têm uma influência bem grande com o sistema estruturante da música indiana, conhecido como Raga”, explicou Mioto.

    As canções foram criadas por meio de alguns instrumentos como a viola capira, o bansuri (flauta transversal de origem indiana), harpa chinesa e a sitar indiana. Além disso, os acordes e cada som que os músicos produziram foram realizados por meio de uma conexão com a energia do ambiente. “Nós criamos as canções por meio da energia que o ambiente nos proporcionou. Isso criou um estado de presença com a natureza”, afirmou o músico.

    A ideia de gravar os sons próximos à natureza era mostrar ao fundo o som natural que o ambiente produzia, diferente de canções que são geralmente produzidas em estúdios fechados. “Essa proposta fez parte do nosso processo criativo musical. O som de natureza que se ouve está sendo captado naquele momento junto à música, e ao contrário do que é feito por muitos músicos que isolam os ambientes para gravar somente o som dos instrumentos, nossa música se fundiu com o som do ambiente”, revelou Mioto, que também é cineasta.

    Luis revelou que o grupo decidiu soltar o álbum agora justamente por conta do momento complicado que vêm afetando toda a nossa sociedade, com a crise do novo coronavírus (Covid-19). “A gente pensou que agora seria um bom momento de soltar este material, tanto pelas pessoas estarem sofrendo com mais intensidade e precisando de conteúdos que tragam tranquilidade, quanto por estarem mais online e mais atentas e em busca deste tipo de material”, ressaltou.

    Onde ouvir?
    O grupo disponibilizou o álbum completo para quem quiser ouvir por meio do canal deles no YouTube. Basta procurar pelo canal: SER - música e meditação. “Além do ‘Cores da Floresta’, os internautas também vou poder ouvir um álbum nosso antigo, que também está todo disponível no canal”, assegurou. Por enquanto não existe o álbum físico.

    Quem preferir baixar as músicas em alta qualidade para ouvir depois, os músicos também criaram um site para quem quiser fazer o download o álbum de modo online e totalmente gratuito. Para baixar é só acessar: www.choveoser.wordpress.com. “Qualquer pessoa pode baixar e ouvir, é livre para todos. Só pedimos que quando a utilizarem para algum material, é importante nos citar e nos referenciar neste conteúdo. Fica a dica para quem quiser utilizá-lo para fundos de podcasts ou trilhas sonoras de filmes”, orientou Luis.

    O grupo SER
    SER é um grupo musical que existe desde o ano de 2014 e nasceu por conta do musico Adriano Michalovicz. Os músicos criam a partir da meditação. Seus sons, músicas e vivências buscam facilitar o processo interno de cura e introspecção meditativa. Atualmente cada integrante do grupo mora em lugar diferente do Brasil, Adriano mora em Curitiba, Brahmarsi em Pernambuco e Luis em Ilha Bela.

    Adriano é musicoterapeuta, mestre Reiki Usui/Tibetano, facilitador de cursos e atividades relacionadas ao Autoconhecimento e fundador do Espaço Prana Artes & Terapias em Curitiba. Luis é doutorando em Educação e Historiador pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), também é escritor de contos, crônicas e livros infantis e cineasta-documentarista. Brahmarsi já se dedica à música há duas décadas e a toca em suas variadas formas – indiana, samba, mpb. Gravou mais de dez CD’s e hoje canta e toca percussão onde Krsna (Krishna) o leva.

    Para os músicos, existe uma relação profunda do homem com a natureza, e este universo é repleto de canto de pássaros, som de água, som de chuva, som de fogueira e tantos outros sons. Eles também acreditam que a música da natureza é aquela que conhecemos desde que nascemos, e é a música que sempre tocou em nosso planeta, somada a outros sons que sentimos desde o ventre de nossa mãe, como a batida do coração.

    O Grupo SER tem como proposta experimentar outros caminhos, tanto no processo da composição musical, como na forma de apresentar a música ao público, dando atenção para outras esferas que a música desperta nas pessoas e o que ela pode transformar em todos nós.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.