Morador de Rolândia não morreu por Covid

Paulo Josias da Silva foi sepultado com o caixão lacrado em um cerimônia rápida no distrito do Bartira

Publicado: 04/05/20 • 17h08
Atualizado em: 30/05/20 • 14h55

    Saiu o resultado do teste de Covid-19 de Paulo Josias da Silva, 44 anos, falecido na quarta-feira passada, dia 29, em Rolândia. O Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) divulgou o resultado: o exame apresentou resultado não detectável, ou seja, deu negativo para a Covid-19.     De acordo com a certidão de óbito, ele faleceu devido à insuficiência respiratória aguda, broncopneumonia (BPC), AVC Isquêmico e sequela TCE.
    Paulinho, como era conhecido, morava na Vila Oliveira, mas foi sepultado no Distrito do Bartira em uma cerimônia rápida e com o caixão lacrado, como manda o protocolo do Ministério da Saúde quando há suspeita da morte ter sido provocada pelo novo coronavírus.
    De acordo com o protocolo do Ministério da Saúde, tão logo se soube que o paciente tivera febre e tosse, foi coletado material para teste de Covid-19 e tomado essas providências com relação ao sepultamento e velório, além da higienização e desinfecção do local em que ficou no hospital.
    Rafael Dias, diretor de Vigilância em Saúde de Rolândia, Rafael Dias, explicou que a coleta de material é protocolo do Ministério da Saúde em virtude das comorbidades do paciente.
    Paulo Josias da Silva faleceu no hospital São Rafael, em Rolândia, no final da tarde da quarta-feira (29), e sua morte levantou muita especulação nas redes sociais pela suspeita de ser causada pelo novo coronavírus (Covid-19). A repercussão ganhou força com um áudio que afirmava ser essa a causa da morte.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.