Vans de Rolândia participam de manifestação em Londrina

Ato do transporte escolar aconteceu em várias cidades no dia 1º de maio e chama a atenção do Governo para os problemas da categoria durante à pandemia da Covid-19

Publicado: 05/05/20 • 12h39
Atualizado em: 05/05/20 • 12h42

   Membros da Associação dos Transporte Escolar de Rolândia (ATER) participaram de uma manifestação em Londrina, realizada na sexta, 1º de maio, juntamente com o transporte escolar da região. O objetivo dessa manifestação, e de outras ocorridas em várias cidades do estado, foi o de chamar a atenção do Governo Estadual para as reivindicações da categoria, que passa por diversos problemas por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).
   O presidente da ATER, Marco Antônio Ruiz, falou que as reivindicações são estaduais, mas que a ATER já solicitou uma reunião com o prefeito de Rolândia, Luiz Francisconi, para discutir a questão do transporte escolar no município. “Os donos de vans de transporte escolar estão passando por bastante dificuldade e por isso estamos com essas solicitações”, explicou Marco Antônio. Na semana retrasada, a categoria teve uma reunião com Ney Lepevost, secretário do governador Ratinho Junior, mas até o momento não foi atendida.
   Entre as reivindicações, em nível estadual, estão o salário-auxílio a cada transportador devidamente cadastrado em seus municípios, enquanto não voltarem as aulas; uma linha de crédito facilitada, em até 25 mil reais para autônomo, e em até 50 mil reais para CNPJ, sem garantias de crédito, juros de no máximo 0,35 ao mês, com 6 meses de carência para começar a pagar, e prazos de 36 e 48 meses. Por fim, uma lei estadual adiando em 6 meses os vencimentos de financiamentos de veículos escolares.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.