Pedro Bernardy se cura da Covid

Rolandense de 80 anos, conhecido por seu ótimo humor, “culpa” seu otimismo pela cura

Publicado: 14/09/20 • 18h32
Atualizado em: 30/09/20 • 04h05

    O rolandense Pedro Bernardy, 80 anos, faz parte dos mais de mil rolandenses que já se curaram da Covid-19. Conhecido pelo seu ótimo humor, o aposentado deixou o Hospital do Coração em Londrina cantando e dançando – fez até música falando da vitória sobre a doença. Nem o suporte para soro lhe tirou a vontade de comemorar a saída do hospital.

    Bernardy é presença garantida e “sangrador” oficial dos barris de chope de abertura da Oktoberfest de Rolândia. Ficou uma semana internado na enfermaria do hospital londrinense por conta da Covid-19. Como faz parte do grupo de risco, Pedro ficou hospitalizado para que fosse acompanhado por uma equipe médica.

    O rolandense “culpa” o seu extremo otimismo, algo que carrega desde criança, pela sua recuperação e cura. “Não fiquei pensando questões ruins, que tenho 80 anos e ia morrer. Pensei que iria ‘tirar de letra’ a doença”, falou o aposentado em entrevista à Folha de Londrina. “Quando a pessoa chega no hospital estão todos preocupados, apavorados, mas não é o fim do mundo. Os médicos e enfermeiros incentivam a se recuperar, são todos muito profissionais. Tudo isso deixa o ambiente animado”, agradeceu na mesma entrevista.

    De acordo com informações de sua família, a descoberta do contágio pelo coronavírus aconteceu dias depois de completar 80 anos de vida. De acordo com o aposentado, seu corpo doía na hora de levantar e ele teve diarreia e uma tosse leve. Um teste em Rolândia deu positivo, o que foi confirmado por outro teste em Londrina. Como teve uma pequena inflamação no pulmão detectada, a família preferiu interná-lo. “Não sei como peguei, pois sou extremamente cuidadoso e levo os protocolos muito a sério”, ressaltou.
A receita para a cura está no sorriso, risadas, bom humor e otimismo.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.