Editorial - Edição: 793 - sexta-feira, 18-09-20

Sem ver o NAC no Brasileiro

Publicado: 18/09/20 • 10h42
Atualizado em: 29/10/20 • 11h51

    Olá, leitor e leitora do JR

    A notícia principal da semana, e não poderia deixar de ser, é a morte do empresário e eterno presidente do Nacional, José Danilson Alves de Oliveira. Com 58 anos, Danilson foi morreu depois de ter sido esfaqueado por um ex-jogador do time, Vinícius, preso em flagrante depois do crime. Vinícius é rolandense e filho de uma pessoa muito conhecida em Rolândia. 

    O Jornal de Rolândia é parceiro de Danilson e do Nacional há muito tempo. Tanto tempo assim nos deu uma certa liberdade com o homem forte do futebol rolandense. Ele não dizia, mas sabíamos que estava muito orgulhoso por ter levado o Nacional, e o nome de Rolândia, para o futebol brasileiro, rompendo as fronteiras do estado.

    A estreia na Série D do Brasileirão seria neste sábado, às 15h30, no estádio Erich Georg. Na quarta pela manhã, horas antes de ser atacado, Danilson conversou com a gente e afirmou que achava que não iria ver o jogo. Não sabia. Acredito que ele estivesse mentido ou fazendo charme. Ele iria sim e iria falar mal do juiz e do outro time e do nosso time. Era assim.

    O falecimento na quarta à noite, três dias antes da estreia do NAC em uma competição nacional, não permitiu que ele visse um dos seus maiores feitos: colocar o nome de Rolândia no cenário do futebol brasileiro. Primeiro com a sua própria morte e repercussão mundo afora. Depois com a partida do Nacional em um Brasileirão.

    Na quarta-feira, quando tomávamos café e falávamos de futebol e política, dois dos assuntos de que mais gostava, o Danilson não mentiu mesmo quando afirmou que achava que não ia ver o jogo. Uma pena.

    O Jornal de Rolândia se solidariza com os familiares e amigos de José Danilson, frequentador assíduo das páginas do JR. Nossa última entrevista gravada foi há pouco tempo e falamos de futebol.

    O JR também se solidariza com a família de Vinícius, que também está destruída. Que a Justiça seja feita - só isso.

Boa leitura e bons vídeos.

Josiane Rodrigues
Editora

José Eduardo
Editor

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.