CAPS II lança vídeo de apoio sobre o “Setembro Amarelo”

Centro de Atenção Psicossocial de Rolândia produz vídeo que faz parte das ações relacionados ao mês de prevenção ao suicídio

Publicado: 23/09/20 • 09h31
Atualizado em: 29/10/20 • 12h02

    “Você importa”. “Você tem valor”. “Você não está só”. “Você é importante para mim”.  São com essas frases que tocam a alma que o CAPS II - Centro de Atenção Psicossocial de Rolândia iniciou suas ações do “Setembro Amarelo”. O órgão lançou recentemente um vídeo com uma mensagem de acolhimento e esperança, em meio à campanha de prevenção ao suicídio da Associação Brasileira de Psiquiatria - ABP, criada no ano de 2014 junto ao Conselho Federal de Medicina - CFM.

    Neste mês, órgãos ligados a diversos setores buscam conscientizar a população sobre os fatores de risco para o comportamento suicida e orientar para o tratamento adequado dos transtornos mentais, que representam 96,8% dos casos de morte por suicídio.

    Segundo Maria da Glória Araujo Vieira, coordenadora do CAPS II de Rolândia, o intuito do vídeo é fazer com que as pessoas que tenham acesso a ele, e que estejam passando por situações difíceis, e até mesmo de risco de vida, possam perceber que existem pessoas que estão disponíveis para ajudá-las e que se importam. 

    O vídeo mostra diferentes pessoas dizendo a frase “Você é importante para mim” e direciona a mensagem para aqueles que podem estar enfrentando possíveis quadros relacionados com a questão que envolve aspectos da saúde mental.  “Queremos ressaltar que há meios de se buscar ajudar e a que prevenção é sempre a melhor solução, é sempre o melhor remédio”, disse. O vídeo é apenas uma das ações que o CAPS II vem realizando. “A nossa intenção também mostrar para estas pessoas que existem pessoas que se importam com o momento que estão passando”, afirmou. 

    O CAPS II atende pacientes maiores de 21 anos, portadores de sofrimento mental grave, com o objetivo de estabilizar a doença e reabilitá-lo psicologicamente no meio familiar e socialmente, recuperando sua identidade como cidadão. “Nossa equipe do CAPS II é composta por psicólogos, médicos psiquiatras, enfermeiros, educadores físicos e terapeutas ocupacionais. Além disso, há também o pessoal que faz o apoio da limpeza e do administrativo”, explicou Maria da Glória.

    Peça ajuda!
    Não tenha vergonha de pedir ajuda e procurar sair da situação na qual se encontra. Não esqueça que há sempre uma solução para o problema no qual você está enfrentando.  

    Para entrar em contato com o CAPS II o telefone é (43) 3906-1011. Para falar com o Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Drogas (CAPS-AD) o contato é o (43) 3255 – 1926, CAPSi (CAPS INFANTIL): (43) 3906-1018. Também é possível buscar ajuda pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) através do número 188. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.