O Outubro Rosa de Rolândia

Neste mês, a Secretaria de Saúde fará ações como a campanha de coleta de preventivo para câncer de colo de útero e solicitação de mamografia

Publicado: 29/09/20 • 10h06
Atualizado em: 01/10/20 • 10h14

    O Outubro Rosa chegou e tem o objetivo de compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama e, também, sobre o câncer de colo de útero. O JR conversou com Paloma Pissinati, diretora de Atenção Primária, que falou sobre o planejamento das ações da campanha em Rolândia, que busca proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

    Entre as atividades, estão previstas a coleta de preventivo para câncer de colo de útero e a solicitação de mamografia. “Neste ano precisamos fazer uma organização um pouco diferente nas Unidades Básicas de Saúde. O Dia D da campanha será realizado no dia 24 de outubro, em todas as unidades, das 8:00 às 14:00, com agendamento”, informou.

    Paloma também explicou que os exames de coleta de preventivo para câncer de colo de útero e solicitação de mamografia precisam ser previamente agendadas, para evitar o risco de aglomeração nas UBSs. O agendamento pode ser em qualquer dia e não somente no dia 24. “Para agendar o exame basta entrar em contato a UBS mais próxima de sua residência, preferencialmente por telefone. Cada unidade possui suas agendas próprias de segunda a sexta que funcionam das 7:00 às 16:00”, explicou a diretora.

    Preventivo de colo 
    O exame do colo do útero é geralmente feito principalmente através da realização de um exame conhecido como papanicolau, que é simples e que não causa dor, sendo importante para todas as mulheres, especialmente as que estão em idade fértil. Este exame deve ser realizado anualmente para identificar alterações no colo do útero e prevenir o aparecimento de câncer. “O Ministério da Saúde preconiza que as mulheres entre 25 a 64 anos de idade façam a coleta do exame”, disse Paloma. Entretanto, nada impede que mulheres com menos de 25 anos façam o exame, cada situação será avaliada pelo médico ou enfermeiro que atender a paciente. “Com relação ao câncer de colo de útero, além da coleta, nós temos disponíveis a vacina contra o HPV tanto para meninas (de 09 a 14 anos) quanto para meninos (11 a 14 anos)”, ressaltou. 

    O exame ajuda a identificar desde cedo alterações na parede do colo do útero, que podem evoluir para câncer, mas uma vez que essas alterações sejam detectadas cedo podem ser facilmente tratadas. Identificar cistos de Naboth, uma alteração benigna comum em mulheres, e ajuda a detectar outras inflamações ginecológicas, verrugas ou outras doenças sexualmente transmissíveis. 

    Mamografia
    Conforme explicado por Paloma, a mamografia de rastreamento – exame de rotina em mulheres sem sinais e sintomas de câncer de mama – é recomendada na faixa etária de 50 a 69 anos. Fora dessa faixa etária e dessa periodicidade, os riscos aumentam e existe maior incerteza sobre benefícios. “Mulheres acima de 50 anos podem ter mais risco de contraírem um câncer de mama, por isso é importante a realização deste rastreio”, pontuou.

    Além disso, o Ministério da Saúde não recomenda que o exame de mamografia ocorra em mulheres com menos de 50 anos, pois os possíveis danos claramente superam os possíveis benefícios. Porém, dentro da faixa de idade permitida, é importante que as mulheres busquem conhecer mais sobre este exame. “Nós precisamos fomentar a importância da realização destes exames anualmente na rotina das mulheres. Mesmo neste período de pandemia, não poderíamos deixar de aplicar ações sobre a campanha”, afirmou Paloma. 

    Agendamentos 
    Para agendar o atendimento, deve-se ligar para agendar das 9:00 às 16:00 nos números das UBS: Parigot 3906-1104; Santiago 3256-7152; San Fernando 3255-1757; Nobre 3256-7358; Bartira 3255-9003; São Martinho 3240-1114 e Tomie 9.9166-0451.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.