Rotary Caviúna: projeto busca deixar idosos “online”

Clube de serviço rolandense iniciou projeto para promover a inclusão de pessoas da terceira idade na era digital e “amenizar” o isolamento social

Publicado: 28/10/20 • 15h53
Atualizado em: 05/12/20 • 15h23

    O Rotary Club de Rolândia Caviúna deu início neste mês a um projeto de inclusão de pessoas da terceira idade na era digital. A aula inaugural foi realizada no dia 05 de outubro e contou com a participação dos alunos Irineu, Edy, Maria Olívia e Simone e dos instrutores Victor, Fátima e Francine, todos voluntários. Os objetivos do projeto são dar acesso às novas tecnologias, incentivar a participação dos idosos nas redes sociais e em reuniões on-line, desenvolver mais autonomia e a autoconfiança na utilização dos recursos tecnológicos, ampliar e fortalecer a comunicação com familiares, amigos e comunidade e minimizar os impactos do isolamento social.

    De acordo com Fátima Cavalaro Gaffo, presidenta do Caviúna, nesta primeira etapa o projeto contará com a parceria dos jovens do Rotaract do Rolândia Caviúna. Os jovens vão atender os associados do próprio clube para que tenham condições de participar das reuniões on-line e também aprender um pouco mais sobre as mídias sociais. O curso conta com nove alunos entre 55 e 85 anos, atendidos individualmente por um monitor particular do Rotary ou do Rotaract, em horários diferenciados. As aulas são realizadas na Casa da Amizade nas segundas à noite e nas quartas à tarde. O curso terá duração de dois meses seguindo todas as normas de segurança exigida pelo Decreto Municipal. 

    Segundo pontuado por Fátima, a revolução digital transformou o nosso mundo em um lugar muito mais globalizado e mudou nosso modo de pensar, agir, se comunicar e aprender. “Essa evolução se deu de uma forma acelerada e muitas pessoas ficaram à margem dessas inovações. Algumas chegam próximas, mas não conseguem acompanhar as mídias sociais e até mesmo tem dificuldades em usar o seu próprio celular”, afirmou.

    Pensando em tudo isso o Rotary Caviúna viu a necessidade da inclusão das pessoas da terceira idade na era digital. “Hoje, mais do que nunca, com a pandemia mundial da Covid-19 e o isolamento social, essa inclusão se faz necessária e urgente, pois a maioria dos idosos têm acesso a aparelhos celulares, mas se deparam com o grande desafio de como usá-los?”, ressaltou Fátima. Ainda segunda a presidenta, a princípio o projeto seria aberto a comunidade em parceria com instituições de ensino de Rolândia, mas devido à pandemia isso ficou para uma segunda etapa, prevista para início de 2021. 

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.