Tudo ou nada: Araucária e NAC em Campo Largo

Equipe rolandense luta contra rebaixamento e precisa somar pontos nesta penúltima rodada

Publicado: 16/11/20 • 12h19
Atualizado em: 05/12/20 • 15h21

    Nesta segunda-feira (16), o Nacional enfrenta o Araucária em Campo Largo em um “jogo de 6 pontos”. Se vencer, aumenta suas chances de ficar na Segundona e vai para a última rodada, na quinta-feira (19) em Rolândia, para o tudo ou nada contra o Andraus. O caso é que o Araucária tem 09 pontos e luta para se classificar para as semifinais da competição – o NAC tem quatro pontos e luta contra o rebaixamento.
    Para piorar a situação, o auxiliar-técnico João Batista, que está dirigindo o time, tem apenas 15 jogadores à disposição. “O Elionay está suspenso, o João Victor e Tetê estão machucados e o JP viajou, mas está muito debilitado”, ressaltou João Batista. Outro desfalque é o meia Copette, destaque do time, que rescindiu seu contrato. “Ele estava com uma lesão no joelho e provavelmente não jogaria mais”, explicou o auxiliar.
   Apesar disso, João Batista afirmou que o elenco está confiante em um bom resultado. O time vai a campo com o goleiro Igor, Thomas, Saulo, Igor e Ryan; Ewerton, Cadinho, Gustavo, Thiaguinho, Irving e Kenu. No banco estão o goleiro José Carlos, Gianluca, Ariel e JP.


6 a 0 no Batel
   O Nacional de Rolândia voltou a ser sonhar em permanecer na Segundona do Paranaense em 2021. A razão foi a goleada aplicada no Batel por 6 a 0 na terça-feira (10) no estádio municipal Erich Georg, em Rolândia. O time rolandense foi para quatro pontos e está apenas a três do Independente e REC (7 pontos) e a cinco do Araucária (9 pontos). Com o Batel com apenas dois pontos, o Nacional precisa ultrapassar mais uma equipe para se livrar do rebaixamento. Faltam duas rodadas para o término da primeira fase.
   O mais irônico é que se vencer as duas partidas, o NAC também ajuda ao REC, que está brigando por uma vaga nas semifinais da Segundona. 

A partida
   O Nacional começou a partida em busca da primeira vitória na competição - até aquele momento eram 5 derrotas e 1 empate. O primeiro gol não demorou a sair: aos 17 minutos, o atacante Thiaguinho fez seu primeiro gol na partida. O segundo tento só saiu aos 40 minutos através do zagueiro Igor. A primeira etapa terminou 2 a 0 para o Nacional.
   No segundo tempo, o lateral-direito Thomas fez o terceiro, aos 16 minutos; JP fez o seu primeiro aos 30 minutos, Thiaguinho fez seu segundo gol aos 40 e JP, novamente, encerrou a goleada aos 44 minutos. Final: NAC 6 x 0 Batel. O time de Guarapuava foi dirigido pelo técnico Rafael Andrade, ex-treinador do Nacional de Rolândia.

A situação
   Depois da vitória, o Nacional está em 9º lugar na competição e na zona de rebaixamento. O time rolandense tem mais duas partidas e pode chegar a 10 pontos. Para não cair, precisa ficar à frente de mais uma equipe, já que o Batel tem apenas dois pontos. Os adversários mais próximos são o Independente, que joga também hoje contra o Batel, em Guarapuava, e REC, com 7 pontos, o Araucária com 9 e Apucarana, com 10 pontos.

Fotos desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.