Uma Arte feita a partir de panos, cimento e areia

Morador de São Martinho e proprietário de um restaurante, Adilson assistiu a um programa de TV e passou a fazer vasos, fonte e grutas para imagens

Publicado: 14/01/21 • 10h33

    Adilson tem 40 anos e há cerca de dois anos começou a fazer “arte”, no bom sentido. Morador de São Martinho, distrito em Rolândia, onde tem um restaurante, o artesão pega panos como os de mesa de bilhar, acrescenta cimento, areia, fios, caixas de ovo e faz grutas para imagens, vasos e fontes. “Misturo tudo para dar liga e deixar a arte mais leve”, ensina. Já tem recebido várias encomendas.

    As peças ficam expostas em frente ao seu restaurante em São Martinho, na avenida Marzadema 310, por onde passam os viajantes e caminhoneiros. “Aprendi a fazer fazendo. Um dia, há cerca de dois anos, estava assistindo àquele programa da Globo, o É de Casa. Eles estavam fazendo uns vasos e fiz uns para minha casa”, relembra Adilson.

    O caso é que as pessoas começaram a gostar dos vasos. “Aí, um amigo meu me perguntou se eu não faria uma gruta para ele. Aceitei o desafio e fiz. Um outro viu e gostou e já fiz outra para uma chácara de Alvorada do Sul, sempre aprimorando minha técnica”, afirmou o artesão. Vieram outras encomendas e Adilson continuou fazendo, tem várias delas em frente ao seu restaurante. “O pessoal passa, vê, gosta e compra”, revelou.

    Uma gruta leva cerca de 20 dias para ficar pronta. Por causa desse tempo todo, o artesão prefere fazer várias de uma vez só. “Costumo fazer de três a quatro grutas aos mesmo tempo, pois é necessário trabalhar nelas todos os dias, colocando um pouco da massa de cimento”, ressaltou. Depois as peças ficam uns dias para que o cimente seque. “Por fim, faço a aplicação da tinta”, enfatizou.
 
    Adilson faz esse serviço sempre à tarde, já que o restaurante só serve almoço. “Vou lá para o fundo e fico fazendo minhas peças, como um hobby”, contou. Adilson também revelou que tem vontade de ensinar essa técnica para crianças e passar para frente o que aprendeu.

    Adilson é casado com Andreia e tem dois filhos: Ana Beatriz de 15 anos e Arthur de 9. Quem tiver interesse em adquirir uma peça ou quiser saber mais, pode entrar em contato com o artesão pelo telefone (43) 3240-1533. Também pode ir diretamente em seu restaurante, o Embutidos do Pão, que fica na avenida Marzadema 310, em São Martinho.

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.