Editorial - Edição: 810 - sexta-feira, 15-01-21

Já temos plano de vacinação

Publicado: 15/01/21 • 10h55

    Olá, leitor e leitora do JR

    Com a possibilidade do início da vacinação, Rolândia se antecipou e montou o seu plano de vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19). O plano foi divulgado na tarde da quinta-feira e traz detalhes de como será a imunização no município, com datas da primeira e segunda dose, além dos públicos alvos e locais de vacinação.

    Se tudo correr bem e a vacina chegar ao município, a imunização começa no dia 25 de janeiro com os trabalhadores e trabalhadoras de Saúde, idosos acamados e idosos moradores de instituições de Longa Permanência, como é o caso da Maanaim. Os trabalhadores de Saúde serão vacinados em um ponto fixo no estádio Erich Georg. Na sequência, os idosos acima de 75 anos serão vacinados, mas só a partir do dia 08 de fevereiro; idosos entre 70 e 74 no dia 15; idosos entre 65 e 69 anos no dia 22 e idosos entre 60 e 64 anos no dia 1º de março. Aqui estamos falando da primeira dose e do dia em que se inicia a vacinação – não será apenas em um dia.

    No total, entre os prioritários, há mais de 32 mil pessoas para serem vacinadas em Rolândia e o maior número é o de pessoas com comorbidades, mais de 21 mil pessoas. Como o município tem cerca de 67 mil habitantes, um universo de aproximadamente 35 mil pessoas ficaria sem vacina nesse primeiro momento. O número deve ser menor já que muitas pessoas devem procurar pela vacina em clínicas particulares.

    Ainda nesta edição, o Sisrol se reuniu com o Executivo para discutir a data-base da categoria e pediu 5,22% de aumento para o funcionalismo, além de outras reivindicações. Maistro pediu para o final de março para dar uma resposta sobre os pedidos feitos pelo Sindicato.

    Outro assunto bastante comentado foi o boom do Museu de Cera de Rolândia na internet. Arlindo Armacollo, que está por trás das obras, falou com vários veículos de comunicação, da Globo à CNN, passando pelo UOL, tvs da região e, claro, pelo JR. Aliás, fomos nós que entrevistamos o artista na região em março de 2015, só pra falar do museu de cera.

    Falando em esportes, o atacante Tcharlles subiu para a Série B do Brasileiro e foi um dos destaques do Remo, do Pará. Deve continuar lá e disputar o Brasileirão, apesar de ter contrato com a Inter de Limeira até junho deste ano. O time paulista emprestou o rolandense do Bartira para a equipe paraense.
Nesta edição, são cinco matérias com Realidade Aumentada.

Boa leitura e bons vídeos.

Josiane Rodrigues
Editora

José Eduardo
Editor

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.