Pregão do Bolsa Rolândia segue em aberto

Entre oito cadastradas, empresa de Campinas deu melhor lance, mas duas outras entraram com recurso

Publicado: 01/03/21 • 14h21

    O processo licitatório para decidir qual será a empresa que vai gerir o programa Bolsa Rolândia ainda não foi finalizado. O pregão realizado na quarta (24) contou com a participação de oito empresas de várias cidades. Conforme explicado pelo Secretário de Assistência Social, Diego Silva, três foram desclassificadas e houve uma, de Campinas, que fez a melhor oferta e seria a vencedora, mas ao final do pregão, outras duas empresas manifestaram interesse em entrar com recurso.

    “Como houve essa manifestação do recurso, o processo licitatório agora passará por alguns desdobramentos. A partir de agora estas duas empresas terão três dias úteis para oficializar esse recurso, e depois mais três dias para o jurídico da prefeitura fazer a defesa”, explicou. Ou seja, tudo indica que o processo vai se prolongar por mais seis dias, úteis. “Pode ser que daqui uma semana seja o processo final deste processo, ou a continuação, com um novo pregão”, ressaltou Diego.

    Mesmo com os imprevistos nesse processo, a expectativa é que o pagamento seja feito ainda em março. “Do que depender do jurídico e dos mecanismos legais, da nossa parte tudo será feito. A gente acredita sim que possa atrasar um pouco, mas acreditamos que o pagamento será realizado ainda no próximo mês”, afirmou.

    Diego ressaltou que sabe da urgência e da expectativa por parte das mais de 1,6 mil famílias quanto à liberação deste benefício. “Infelizmente precisamos fazer este processo, e vamos respeitar todos os prazos. Com isso, a gente pede um pouquinho de paciência da população. O recurso financeiro para este pagamento já está separado, então, logo que tivemos a finalização deste processo já iremos entrar em contato com a empresa para que este cartão chegue com o menor prazo possível para as famílias”, assegurou.

    O Bolsa Rolândia é um benefício assistencial municipal que será pago em três parcelas de R$300,00. O valor será pago a cada família cadastrada no programa do governo federal Bolsa Família até 30 de novembro de 2020. O benefício injetará cerca de R$ 500 mil mensais no comércio rolandense.  Não será disponibilizada a possibilidade de se sacar o recurso em dinheiro com o cartão.

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.