Meio Ambiente continua em seu combate ao borrachudo

Pasta realizou a aplicação do biolarvicida BTI no sábado (20); cerca de 60 pontos em rios e córregos receberam o larvicida

Publicado: 02/03/21 • 17h08

    No sábado (20), a equipe da Semma (Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente) de Rolândia realizou mais uma aplicação do biolarvicida BTI (Bacillus thuringiensis israelenses), que combate e diminui os mosquitos “borrachudos”. Essa foi a quarta ação de 2021 e precisa acontecer a cada 15 dias para se interromper o ciclo de reprodução do inseto.

    De acordo com Audinil Maringonda Junior, secretário da Semma, a equipe da secretaria aplicou o larvicida em nove pontos de quatro rios e córregos urbanos do município. “Além disso, distribuímos frações do produto aos proprietários rurais e agricultores, com acompanhamento técnico da Semma, para a aplicação. São 52 verdadeiros parceiros que a secretaria tem”, ressaltou Audinil.

    Nesta ação, técnicos da Secretaria aplicaram o BTI em rios urbanos, que cortam a cidade, em áreas de fundo de vale. “Foram três pontos de aplicação no Córrego Maracanã, no Jardim do Lago, mis três pontos no Córrego Marabu, dois pontos no Ribeirão Vermelho e um ponto no Córrego Guairiuva, do Jardim Cidade Verde”, explicou Miguel Nogueira, técnico ambiental. Na aplicação nas propriedades rurais, feitas pelos próprios agricultores, há o acompanhamento técnico de Aparecido Santana, funcionário do Ministério da Saúde que está na Semma. 

    Próxima aplicação
    O biolarvicida BTI está sendo aplicado a cada 15 dias para que se combata o ciclo de nascimento das larvas do borrachudo. “Nossa próxima aplicação deve acontecer no dia 05 ou 6 de março, mais provavelmente no dia 6, que é um sábado, dia em que temos feito as aplicações”, concluiu o secretário Audinil. Se não for feita a cada 15 dias, o ciclo do inseto não é quebrado e a aplicação tem que começar do zero novamente.

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.