Jornada Literária - por Ana Paula Silva

Papo de leitor: A pressa é inimiga da leitura

Publicado: 29/03/21 • 09h48

    Hoje, deixamos um pouco de lado os livros essenciais para leitura e nos direcionamos para um tema bem polêmico no mundo dos leitores: Devo ler muitos livros em pouco tempo? Devo aproveitar o conteúdo do livro sem pressa?

    É nesse sentido que iniciamos o nosso papo de leitor, aqui, em nossa Jornada Literária. Esses dias, eu estava rolando aleatoriamente a timeline do Instagram, quando me deparei com uma publicação que dizia: “Corrida maluca – Por que estamos lendo com tanta pressa?”. Essa frase chamou atenção tanto pelo título, que relaciona os leitores com os corredores do desenho, quanto pela reflexão por trás dele. 

    Então parei para pensar no processo de leitura e em como muitos leitores e/ou consumidores de livros relacionam-no com uma competição e, por vezes, acabam deixando de saborear o momento da leitura, pois precisam dar conta de ler uma quantidade específica de livros em um tempo previamente estipulado, sem margem para imprevistos. 

    A atividade de ler livros, é, por muitos, encarada como um sinal de soberania e intelectualidade e quanto mais livros colocar na lista de “lidos” mais credibilidade irá possuir. Mas, o que eu quero dizer é que neste mundo tão agitado, rápido e impiedoso, no qual grande parte de pessoas possui ou possuiu alguma doença relacionada a ansiedade, será que estamos deixando de valorizar os momentos para nos atermos aos números? 

    O autor Eça de Queiroz levou dez anos para escrever o livro “Os Maias”, assim como o autor Markus Zusak que levou treze anos para completar sua obra “O construtor de pontes”. E nós queremos ler esses livros em um mês! Intrigante, não? Será isso o resultado da nossa necessidade de nos avaliarmos através da quantidade? 

    Nesse contexto, gostaria de deixar claro que não existe o certo ou o errado, o melhor ou o pior ou, então, o ritmo de leitura ideal, mas que você não precisa ler cem livros por ano para se considerar um leitor, nem, tampouco, comparar-se a outras pessoas que leem essa quantidade. A única coisa que eu recomendo é: Leia!

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.