Colégios de Rolândia não retomarão aulas presenciais nesta segunda (10)

Apenas 200 instituições do estado retomarão aulas presenciais e as que fazem parte do núcleo regional de Londrina estão fora deste retorno

Publicado: 10/05/21 • 08h36

    As aulas presenciais nos colégios estaduais de Rolândia não retornarão nesta segunda-feira, 10 de maio, apesar de o Governo do estado ter anunciado na semana passada o retorno gradual e de forma híbrida das aulas na rede estadual. De acordo com o diretor do Colégio Souza Naves, José Ricardo de Moraes, todas as instituições do Núcleo Regional de Educação de Londrina ainda não voltarão a ter as aulas presenciais gradativas.

    “Apenas 200 escolas no Paraná voltarão a ter aulas presenciais gradativas, representando apenas 10% do total de instituições existentes no Estado. Isso vai ocorrer especialmente em cidades em que a rede municipal está voltando e em escolas rurais em que os alunos não conseguem ter acesso à internet”, informou José Ricardo. 

    O retorno deveria acontecer paralelamente à vacinação dos profissionais da Educação, programada para este mês, e em um momento de queda na taxa de transmissão e nos indicadores de contágio. O anúncio tinha sido feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior na terça-feira (4). “No núcleo de Londrina comentaram algo sobre um retorno no dia 24 de maio, mas estão analisando cidade por cidade e escola por escola, para saber quais localidades têm condições de retomar as aulas com segurança”, ressaltou o diretor. 

    Há três critérios para a definição de quais colégios devem ter prioridade para a volta das atividades presenciais. O primeiro deles é o acompanhamento das cidades onde houve retorno das redes municipais de ensino e do transporte escolar. Além disso, serão priorizadas as instituições de ensino onde há alunos em situação de vulnerabilidade e sem acesso a equipamentos digitais para realizar as atividades remotas. Outro critério é a análise de colégios com maior número de professores fora do grupo de risco. As secretarias da Educação e do Esporte e de Saúde ainda estão realizando o mapeamento dos locais.

    Nas escolas que reabrirão para atividades presenciais, será adotado o modelo híbrido de ensino, ou seja, parte dos alunos assistirá às aulas presencialmente, em sala de aula, enquanto a outra parte acompanhará remotamente, vendo as aulas ao vivo. Para isso, as salas de aula estão equipadas com computadores e internet, possibilitando que os professores interajam com ambos os grupos de estudantes.

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.