Beach Tennis: irmãs rolandenses na Seleção Brasileira

Vitória e Ana Luiza Marchezini defendem a Seleção em dois torneios em Florianópolis; com 15 anos, Vitória está na seleção principal do Brasil

Publicado: 19/07/21 • 08h11

    Parece que o Beach Tennis está no sangue da família Marchezini mesmo. A filha mais “velha” de Luciano e Patrícia, Vitória (15), já é figurinha carimbada nas convocações da Seleção Brasileira e foi considerada, no ano passado, a melhor atleta sub-18 do mundo. Desta vez, sua irmã Ana Luiza (13) foi convocada pela primeira vez para defender o Brasil em uma competição internacional.  

    “Antes de sair a convocação eu estava muito ansiosa. Depois fiquei muito feliz, pois é um marco importante na vida de qualquer atleta”, afirmou Ana Luiza. “Representar meu país é a melhor parte. Vou representar o Brasil em um pan-americano. Isso é muito legal e especial para mim”, concluiu a atleta. 

    Ana Luiza foi convocada na categoria sub-14 e Vitória foi convocada duas vezes: na categoria sub-18 e na categoria principal, a profissional. As duas vão disputar a série de eventos Pan-Americanos de Beach Tennis no mês de agosto. Entre 3 e 5 de agosto será disputado o Pan-American Cup, evento que é qualificatório para o Mundial por Equipes do Rio de Janeiro, em outubro. Depois, entre 6 e 8 de agosto, será realizado o Pan-American Championship. Os dois eventos serão realizados em Florianópolis (SC).

    Na categoria profissional, outra rolandense é a principal jogadora da seleção brasileira: Rafaella Miiller, a número 1 do mundo no ranking mundial. A família de Rafaela é de Rolândia e ela jogava tênis na cidade, antes de se mudar para Santa Catarina e começar a praticar Beach Tennis.

    Ao todo, quatro vagas estão em disputa para o Mundial: duas destinadas aos países da América do Sul e duas para os países da América Central e do Norte. A expectativa é pela participação de competidores de 12 países. O Pan-American Championship é outro importante evento valendo pontos para o ranking mundial, e por isso terá a presença dos principais atletas do Beach Tennis do continente. O torneio tem grau de pontuação de um BT 200.

    “Nós estamos muito felizes. Sabíamos que a Vitória seria convocada e tínhamos esperança com a Ana Luiza, que tem se dedicado mais ao esporte. Isso vai servir de mais incentivo para ela”, afirmou o pai Luciano Marchezini. “Outra surpresa foi a convocação da Vitória para a seleção profissional adulta. Foi muito gratificante para ela e para nós também. É um prêmio pelo esforço delas”, concluiu Patrícia, a mãe.

Foto(s) desta matéria

Envie seu comentário:
Comentário mediante a aprovação.